Óleo Absoluto de Violeta 10% "Folhas" GT Egito Laszlo - 10 ml

Óleo Absoluto de Violeta 10% "Folhas" GT Egito Laszlo - 10 ml

Escrever uma revisão
  • SKU: LAOAVI010
  • Disponibilidade: Em estoque
R$ 99,00
Corra! Apenas 3 restam no estoque!
Image

Óleo Absoluto de Violeta 10% "Folhas" GT Egito Laszlo - 10 ml

 

A violeta, também conhecida como violeta de jardim, é uma espécie de planta herbácea de até 15 centímetros de altura pertencente à família Violaceae. Originária da Europa e da Ásia atualmente encontra-se distribuída em muitos países.

O óleo absoluto de violeta possui um aroma herbáceo, floral e terroso. Na perfumaria combina muito bem com notas florais, amadeiradas e herbáceas.

IMPORTANTE: Os óleos absolutos possibilitam extrair da planta moléculas maiores ou não voláteis que não podem ser extraídos por destilação a vapor, método de extração tradicional dos óleos essenciais. Por possuírem moléculas mais densas os absolutos costumam apresentar consistência mais espessa, podendo formar uma massa sólida ou viscosa variando de acordo com o tipo de planta.

 

PROPRIEDADES:

- Antioxidante

- Anti-inflamatório

- Antiviral

 

EMOCIONAL:

- Combate fadiga e esgotamento nervoso

- Indicado para pessoas tímidas e retraídas

- Auxilia a encorajar a segurança e a confiança pessoais

 

PERFUMARIA:

Nota de perfumaria: meio

Persistência da nota inicial: média

Descrição olfativa: herbáceo, terroso e floral

 

SEGURANÇA:

- Não utilize óleos absolutos puros sobre a pele

- Usar sempre em baixa dosagem

- Armazene longe do alcance de crianças

- Não exponha na região dos olhos

- Em caso de irritação suspenda o uso e procure orientação médica

- A Laszlo não se responsabiliza pelo uso indevido dos produtos

 

FORMAS DE USO:

Os óleos essenciais são matérias-primas possuindo múltiplas aplicabilidades e formas de uso que irão variar de acordo com a finalidade e benefício almejado. Procure sempre a orientação de um profissional qualificado para recomendação de posologia e uso adequado dos óleos essenciais.

O ÓLEO MINERAL E SEUS DERIVADOS PREJUDICAM A ABSORÇÃO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS, PORTANTO NÃO USE CARREADORES QUE CONTENHAM ESSAS SUBSTÂNCIAS.

Antes de utilizar um óleo essencial sobre a pele, mesmo que diluído, realize o teste de sensibilidade. Aplique de 1 a 2 gotas da substância na parte interna do antebraço, e espere alguns minutos. Caso ocorra qualquer processo de sensibilização ou vermelhidão, lave a região em água corrente e suspenda o uso do produto.

- AROMATIZAÇÃO: de 6 a 15 gotas em difusor de ambiente. De 1 a 2 gotas em colar aromatizador pessoal. De 3% a 5% em solução para borrifador (para cada 100ml de base, utilize de 66 a 120 gotas de óleo essencial).

- INALAÇÃO DIRETA: de 3 a 6 gotas em água recém fervida ou vaporizador, direcionando o vapor para inalação.

- COSMÉTICO: de 0,5% até 3% de diluição em base creme, gel ou óleo vegetal (Para cada 100ml de base utilize de 11 a 66 gotas de óleo essencial).

- MASSAGEM: de 3% a 5% de diluição (para cada 100ml de óleo carreador utilize de 66 a 120 gotas de óleo essencial).

- BANHEIRA E ESCALDA PÉS: Dilua de 6 a 12 gotas de óleo essencial em um copo com carreador com solubilidade em água, (sabão líquido neutro, mel, shampoo, etc.) misture e adicione na banheira. Para escalda-pés, use de 3 a 12 gotas na água, utilizando do mesmo processo de diluição em carreador, caso algum óleo possua ativos cáusticos.

 

CONSERVAÇÃO:

Os óleos essenciais são sensíveis à radiação UV, bem como a evaporação gradual dos seus constituintes. É importante manter os óleos essenciais em frascos escuros a temperaturas entre 5°C e 40°C. Guardar numa caixinha na geladeira pode manter sua qualidade inalterada por mais tempo.

 

CURIOSIDADES:

O absoluto obtido das folhas de violeta possui um aroma verde que se assemelha a uma mistura de pepino e talo de alface, o que para certos tipos de perfumes com nuances verdes e ozonais é maravilhoso. Esta nota aquática é muito bem aproveitada em cosméticos, principalmente por o absoluto de violeta ser estimulante da atividade da enzima superóxido dismutase. Esta enzima age na regeneração da pele, eliminando e prevenindo quelóides, fibroses, tratando de marcas, queimaduras e no rejuvenescendo da pele. Extratos e sucos de pepino, melão e melancia são fontes ricas nesta enzima sendo excelentes ativos para cosméticos com o absoluto de violeta. Descrição Olfativa: terral, levemente floral, lembrando relva.

Óleo Absoluto de Violeta 10% "Folhas" GT Egito Laszlo - 10 ml

 

A violeta, também conhecida como violeta de jardim, é uma espécie de planta herbácea de até 15 centímetros de altura pertencente à família Violaceae. Originária da Europa e da Ásia atualmente encontra-se distribuída em muitos países.

O óleo absoluto de violeta possui um aroma herbáceo, floral e terroso. Na perfumaria combina muito bem com notas florais, amadeiradas e herbáceas.

IMPORTANTE: Os óleos absolutos possibilitam extrair da planta moléculas maiores ou não voláteis que não podem ser extraídos por destilação a vapor, método de extração tradicional dos óleos essenciais. Por possuírem moléculas mais densas os absolutos costumam apresentar consistência mais espessa, podendo formar uma massa sólida ou viscosa variando de acordo com o tipo de planta.

 

PROPRIEDADES:

- Antioxidante

- Anti-inflamatório

- Antiviral

 

EMOCIONAL:

- Combate fadiga e esgotamento nervoso

- Indicado para pessoas tímidas e retraídas

- Auxilia a encorajar a segurança e a confiança pessoais

 

PERFUMARIA:

Nota de perfumaria: meio

Persistência da nota inicial: média

Descrição olfativa: herbáceo, terroso e floral

 

SEGURANÇA:

- Não utilize óleos absolutos puros sobre a pele

- Usar sempre em baixa dosagem

- Armazene longe do alcance de crianças

- Não exponha na região dos olhos

- Em caso de irritação suspenda o uso e procure orientação médica

- A Laszlo não se responsabiliza pelo uso indevido dos produtos

 

FORMAS DE USO:

Os óleos essenciais são matérias-primas possuindo múltiplas aplicabilidades e formas de uso que irão variar de acordo com a finalidade e benefício almejado. Procure sempre a orientação de um profissional qualificado para recomendação de posologia e uso adequado dos óleos essenciais.

O ÓLEO MINERAL E SEUS DERIVADOS PREJUDICAM A ABSORÇÃO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS, PORTANTO NÃO USE CARREADORES QUE CONTENHAM ESSAS SUBSTÂNCIAS.

Antes de utilizar um óleo essencial sobre a pele, mesmo que diluído, realize o teste de sensibilidade. Aplique de 1 a 2 gotas da substância na parte interna do antebraço, e espere alguns minutos. Caso ocorra qualquer processo de sensibilização ou vermelhidão, lave a região em água corrente e suspenda o uso do produto.

- AROMATIZAÇÃO: de 6 a 15 gotas em difusor de ambiente. De 1 a 2 gotas em colar aromatizador pessoal. De 3% a 5% em solução para borrifador (para cada 100ml de base, utilize de 66 a 120 gotas de óleo essencial).

- INALAÇÃO DIRETA: de 3 a 6 gotas em água recém fervida ou vaporizador, direcionando o vapor para inalação.

- COSMÉTICO: de 0,5% até 3% de diluição em base creme, gel ou óleo vegetal (Para cada 100ml de base utilize de 11 a 66 gotas de óleo essencial).

- MASSAGEM: de 3% a 5% de diluição (para cada 100ml de óleo carreador utilize de 66 a 120 gotas de óleo essencial).

- BANHEIRA E ESCALDA PÉS: Dilua de 6 a 12 gotas de óleo essencial em um copo com carreador com solubilidade em água, (sabão líquido neutro, mel, shampoo, etc.) misture e adicione na banheira. Para escalda-pés, use de 3 a 12 gotas na água, utilizando do mesmo processo de diluição em carreador, caso algum óleo possua ativos cáusticos.

 

CONSERVAÇÃO:

Os óleos essenciais são sensíveis à radiação UV, bem como a evaporação gradual dos seus constituintes. É importante manter os óleos essenciais em frascos escuros a temperaturas entre 5°C e 40°C. Guardar numa caixinha na geladeira pode manter sua qualidade inalterada por mais tempo.

 

CURIOSIDADES:

O absoluto obtido das folhas de violeta possui um aroma verde que se assemelha a uma mistura de pepino e talo de alface, o que para certos tipos de perfumes com nuances verdes e ozonais é maravilhoso. Esta nota aquática é muito bem aproveitada em cosméticos, principalmente por o absoluto de violeta ser estimulante da atividade da enzima superóxido dismutase. Esta enzima age na regeneração da pele, eliminando e prevenindo quelóides, fibroses, tratando de marcas, queimaduras e no rejuvenescendo da pele. Extratos e sucos de pepino, melão e melancia são fontes ricas nesta enzima sendo excelentes ativos para cosméticos com o absoluto de violeta. Descrição Olfativa: terral, levemente floral, lembrando relva.